terça-feira, 19 de maio de 2015

"Pare de Acreditar no Governo" em segundo lugar na Amazon







Meu livro "Pare de Acreditar no Governo" já está em segundo lugar na lista dos mais vendidos da Amazon brasileira.

Também está entre os mais vendidos da seção de "Política" do site da Livraria da Travessa e na oitava posição na Livraria da Folha.

Para o alto e avante!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

João Pereira Coutinho escreve sobre o "Pare de Acreditar no Governo"



Como não ficar feliz?

Em sua coluna de hoje, João Pereira Coutinho recomenda o meu livro "Pare de Acreditar no Governo":
Você, leitor, é homem interessado no futuro do Brasil. Você, leitor, costuma comprar livros na Livraria da Folha. Você, leitor, deve procurar urgentemente "Pare de Acreditar no Governo - Por que os Brasileiros não Confiam nos Políticos e Amam o Estado", livro de Bruno Garschagen. 
Verdade: escrevi o prefácio da obra e, como dizem os "idiotas da objectividade", sou "suspeito" na matéria. 
Mas se isso é crime, cometo o delito com um sorriso nos lábios. O livro de Garschagen procura analisar o maior paradoxo político do Brasil democrático. Que está expresso no próprio subtítulo: os brasileiros desconfiam dos políticos e, sejamos sinceros, têm uma certa repugnância pela espécie. 
Mas, ao mesmo tempo, eles querem mais e mais Estado –ou seja, e por outras palavras, querem mais e mais políticos a tomar conta dos interesses públicos. Como explicar essa "dissonância cognitiva"? 
Garschagen vai às origens da tradição patrimonialista brasileira para encontrar, claro, a tradição patrimonialista portuguesa. Mas não só: com uma escrita divertida, informada e polêmica, o livro é sobretudo uma história do país –da independência no século 19 aos governos PT do século 21– e da paixão pelo Estado que palpita no coração de governantes e governados. 
A conclusão do autor é simples e fulminante: se você, leitor, acredita que os políticos não são anjos, então talvez seja altura de também não acreditar que o Estado é um jardim celestial. "Touché."